Radiohad confirma novo álbum antes do fim do ano LOL

“Se tudo der certo, será apenas questão de semanas”, disse o guitarrista do Radiohead, Ed O’Brien, sobre o lançamento do novo álbum da banda, em entrevista à rádio BBC6, dia 20.

Com mais de dez anos de estrada, o Radiohead fez o primeiro show no Brasil em 2009. Em São Paulo, a banda se apresentou para mais de 30 mil pessoas.

O’Brien conta que o processo de gravação está nos estágios finais. “O álbum é excitante e totalmente diferente do ‘In Rainbows’. Nada melhor do que estar em uma banda que continua com a mesma energia e disposição para trabalhar, além de manter a vontade de criar coisas novas”, afirmou empolgado durante a entrevista à BBC6.

Nos últimos anos, a banda inglesa divulgou apenas duas músicas novas, “Harry Patch (In Memory Of)” e “These Are my Twisted Words”, que O´Brien disse não saber se entrarão no novo disco. Cercado de muito mistério, a revelação de que o Radiohead está com músicas inéditas pega os fãs e toda a indústria musical de surpresa.

No início do ano, conversas de bastidores davam conta de que o Radiohead estava produzindo um novo álbum. O boato foi logo desmentido pela banda ao afirmarem que nenhuma música nova seria gravada este ano.

Os ingleses não contam detalhes sobre o trabalho. Não falam se há nome para o álbum, quantidade de faixas, nem mesmo confirmam se o grupo está acompanhado do seu antigo produtor, Nigel Godrich. Mas Ed O’Brien defende o trabalho como a melhor coisa que o Radiohead já produziu. “Fazer música com essa banda é tão bom quanto sempre foi”, diz.

O grupo também não revela como será o lançamento, se em formato físico (disco) ou via internet, a exemplo do In Rainbows, de 2007. O último trabalho do Radiohead, foi lançado pela internet. O download do disco na integra podia ser feito mediante o pagamento de qualquer quantia, inclusive de graça.

Uma das poucas certezas sobre o novo trabalho é que ele será independente, ou seja, sem qualquer ligação a gravadoras. Recentemente, o líder do Radiohead, Thom Yorke, criticou a indústria fonográfica mais uma vez. “Quando a indústria morrer, não haverá grande perda para o mundo. Não se prenda a um barco que afunda porque, acredite em mim, ele está afundando”, disparou o vocalista.

Ciclo de palestras usa cinema para abordar psicologia

O Ciclo ISAT de Palestras ganha um formato diferente nesta segunda edição. Agora, cenas do cinema e de documentários serão utilizadas para abordar temas da psicologia, como pedofilia, narcisismo e esquizofrenia. O II Ciclo ISAT de Palestras da Saúde Mental é promovido pelo Instituto Silvério de Almeida Tundis (ISAT) e começa neste sábado (19).

“A idéia surgiu após a análise de uma avaliação. Os participantes sugeriram que trabalhássemos psicopatologias. Para isso adotamos uma metodologia diferenciada, que consiste no recorte de cenas de filmes editados de acordo com a necessidade do palestrante”, explica a coordenadora geral do evento, a assistente social Marluce Mineiro.

Os longas ‘Fantasma da Ópera’, ‘Bicho de 7 cabeças’ e ‘Uma mente brilhante’ são alguns dos títulos que serão apresentados nas palestras.

O filme 'Bicho de Sete Cabeças' mostra a dura realidade daqueles que vivem em manicômios.

Programação II Ciclo ISAT de Palestras

19 de junho – Dependência química, com a psicóloga Clevanilce Costa

3 de julho – Pedofilia, com Dr. Jorge Alberto dos Anjos

7 de agosto – Síndrome de Down, com Dr. Jorge Alberto dos Anjos

4 de setembro – Alcoolismo, com Dra. Nazaré Costa

2 de outubro – Esquizofrenia, com Dr. Raimundo Giffoni Filho

6 de novembro – Atendimento em crise, com Dr. Francisco de Assis Almeida

As palestras serão realizadas no auditório da Escola de Enfermagem de Manaus, localizada na rua Terezina, 495, Adrianópolis, das 9h às 12h.

A inscrição por palestra custa R$15 para estudantes, e R$20 para profissionais. Há pacotes especiais para grupos a partir de quinze inscritos e para pagamento do ciclo completo.

Loucos por feijão

Ao longo do ano, o ISAT irá promover outros eventos. Um deles é a Feijoada ‘Loucos por Feijão’, que em sua terceira edição visa arredar fundos para manutenção das ações em prol da saúde mental.

Mais informações: Marluce Mineiro (8146-9497)

Counter Strike ao vivo

‘Quem for menor de 18 anos, dá RT’, disse o polícial.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

A Operação Morcego 4 bem que poderia ter começado assim. Mas, ok, é uma coisa séria. Até porque se fosse pra ser engraçada, primeiro, teria que se chamar “Batman 4”.

Promovida na noite de 28 de maio, das 19h às 00h, a operação tinha como objetivo retirar crianças e adolescentes em situação de risco em Manaus e coloca-las pra ninar.

Sem copo de leite quente e biscoitos nem cantigas de roda, os tiras barés bancaram os CS e apreenderam 26 adolescentes e quatro crianças que estavam super se divertindo nas lan houses na zona Oeste da cidade. Mas quem liga para o que as crianças pensam, né?

Vamos aos dois melhores momentos, apurados e divulgados pelo quase-interativo Portal da Amazônia:

Na primeira Lan House, a Dark Rage localizada na Rua Goiânia, no bairro da Redenção, os policiais encontraram seis adolescentes fora do horário permitido. Entre eles, uma adolescente de 13 anos que estava em uma sala virtual de bate papo.

No bairro da Paz, na lan house Papaléguas, a polícia encontrou uma adolescente de 17 anos que estava responsável pelo estabelecimento.

Você conhece todos os teus seguidores? ATUALIZADO

Tenho um assunto sério para tratar aqui, mas como este é um blog de humor, vou tratar com humor, esperando que as piadas não tirem a seriedade das minhas palavras na tua interpretação, nobre leitor.

E foi numa carona do @brunnoihoax que eu (que não tenho dinheiro para pagar gasolina e, mesmo que tivesse, não tenho carro para por a gasolinha comprada) soube que meu nome estava num contrato milionário de uma campanha milionária pró-Alfredo Nascimento.

Imagem publicada no portal Notícias do Amazonas (já ouviram falar?) e no blog do Ronald Tiradentes. E só nesses, nenhum outro meio de comunicação sério se preocupou em publicar isso.

Também podemos encontrar a lista dos ‘blogueiros do Alfredo’ no twitpic da @Manu_chan. Já passou das 15mil visualizações, clique aí e contribua também.

Antes de chegar ao perfil da Manu, eu havia passado no Blog Não Senhor, do @Rodrigo_NaoSr, onde ele mostrava outros cinco perfis que se assemelhavam na atuação:

Todos estes seguem vários padrões que denunciam seu envolvimento nessa armação. Além da semelhança na data de criação e nos avatares sempre belos afim de atrair seguidores, todos usam o twitter via web, 90% dos tweets é dado no final da tarde e à noite, eles se indicam entre si e dão reply como se fossem amigos. A quantidade de tweets também é bem parecida, variando entre 36 e 46 tweets, o único que destoa um pouco é o @Ricardo_Andreol , que tem 104 tweets. Outro padrão interessante é que todos eles dão vários RTs do twitter da @Seven_Manaus, empresa que realiza eventos de música eletrônica e que segundo informações que recebi – ainda não apuradas – é ligada a alguém da Rede Calderaro.

Depois, tem outro post do Não Senhor, mostrando de onde os avatares dos fakes foram roubados.

O Blog do Bentes vai além e mostra outras evidências da picaretagem. Confira!!

Pesquisei o link do twitpic da Manu no search do Twitter e vi que muitos outros perfis, além dela e dos amiguinhos listados pelo Rodrigo, haviam twittado a imagem, mostrando uma grande rede de comprometimento com a cidadania e nosso Amazonas.

Três destes perfis eram meus seguidores, lembro que eles haviam me dado ‘follow’ há tempos, ou seja, nossas atividades no microblog estavam sendo vigiadas muito antes desta armação sem pé nem cabeça.

Agora, lanço uma lista de fakes e suspeitos. Se você estiver na lista e não for fake, pode falar comigo. Pessoalmente, de preferência. Se algum desses, segue você, inocente leitor, cuidado, seu avatar pode ser o próximo a estampar algum ‘contrato milionário’.

@gisa_gomez (DELETADO)

@igorzinhomoura

@Ricardo_Andreol (DELETADO)

@carolpenn (DELETADO)

@marcelocorde

@seven_manaus

@PedroMuniz_ (DELETADO)

@joinhagarcia (DELETADO)

@SusanaVaz_ (DELETADO)

@fabiziasouza (DELETADO)

@lucas_ft (último tweet: 21/05)

@jackaraujo_ (DELETADO)

@macielasa (DELETADO)

@lulu_montenegro (segue 847 perfis. nunca postou)

@manu_chain (DELETADO)

@glauber_glp

@vjaraujo_77

@danisanthiago (DELETADO)

@mktramonsilva

@alinekabral

@jenny_these7en

@emilio_dj

Atualizado: da lista, 11 perfis foram deletados nesta manhã (sexta, 28). Para mim, os outros ainda continuam suspeitos.

Agora que tudo foi mais que desmascarado, aguardem as devidas reações.

Rock no Museu, dia 22

A música começa a invadir novos cenários em Manaus.

Agora é a vez do Museu Amazônico que promove um show beneficente em apoio ao Grupo Raio de Sol, instituição voluntária que ajuda crianças do Amazonas com doenças do sangue.

O evento faz parte da programação da 8a Semana de Museus, que nesta edição traz o tema “Museus para a hamonia social”.

– Um evento como este é muito importante para nós, pois além de estarmos contribuindo para a manutenção de uma instituição filantrópica, estamos trazendo um público jovem para o Museu Amazônico – comenta o diretor do Museu, o antropólogo Sérgio Ivan Gil Braga.

Rock no Museu

Rock no Museu

com The Last Vacances + Las Papilas + Lud

dia 22 (sábado), a partir das 16h

endereço: Rua Ramos Ferreira, 1036, Centro (próximo ao Adalberto Vale)

entrada: 1kg de alimento não perecível.

Hoje é Dia de Tiradentes!

Não, não é esse. Estou falando do que lutou pela liberdade do povo.

Mas você sabe quem foi esse tal Tiradentes e o que ele fez para ganhar um dia só para ele?

Calma, calma, este não é um post de história. Meu único objetivo é mostrar como estes ‘dias de comemoração e exaltação aos nossos heróis nacionais’ estão bem distantes de nossa realidade.

Assim, sugiro aos nossos dirigentes substituírem esses feriados, ou melhor, acrescentarem outros novos ao longo do ano.

Essa medida simples tem o objetivo de situar melhor nossa geração na história (ou num calendário).

Por conseguinte (eu sempre quis usar ‘por conseguinte’ em algum texto), aí vão algumas datas memoráveis da história recente:

Dia do Gilberto Mestrinho – o cara já virou nome de ponte, hospital, viaduto, escola e beco. Dêem logo um feriado para ele.

Dia do “Você já pegou o nome dela?” – auto-explicativa, não?

Dia do Twitter no Amazonas – data em comemoração ao dia que o comunicador/cantor-das-multidões Ronaldo Tiradentes criou sua conta no microblog.

Dia de sair do Twitter – na mesma data do “Dia do Twitter no Amazonas”. Sacaram, né?

Dia da Ponte: quando inaugurarem. Sabe-se lá quando.

Quem criar mais dias legais, comenta pois vou anexar ao projeto que mandarei à Assembléia Legislativa do Amazonas.

E se comportem no feriado!

“VCS NÃO MERECEM FALAR COMIGO NEM COM MEUS LIVROS DE HISTÓRIA”

Foi aí que eu reparei estar num auditório do Instituto de Educação do Amazonas (IEA).

Foi aí que eu reparei que a cultura do (no) Amazonas já foi pro saco.

O caso é o seguinte, o longa “Aguirre: a coléra dos Deuses” seria exibido para os alunos do 3º ano e o escritor, diretor, roteirista, modelo, atriz Márcio Souza estava lá para promover uma pequena palestra sobre o filme que se passa na Amazônia colonial.

Antes de escritor começar a falar, ele é apresentado a todos:

– Vocês conhecem esse homem (aponta para Márcio)?

– NÃÃÃÃO!

– Não conhecem?

– NÃÃÃÃO!

O apresentador fica tonto com as respostas. O público permanece impassível. Márcio Souza sorri. E o show continua.

– Nunca ouviram falar em Márcio Souza?

– NÃÃÃÃO!

Meia hora depois, os alunos ali presentes só vão saber quem é aquele homem ao falarem que ele escreveu Mad Maria, aquela mini-série da Globo, sabe?

Márcio Souza começa a palestra, ilustrando o discurso com vários nomes importantes da história amazônica:

– Vocês ouviram falar em Francisco Orellana?

– NÃÃÃÃO!

Ele demonstra certo aperreio.

– Na minha época, tinhamos uma disciplina chamada História da América. Vocês tem essa matéria hoje?

– NÃÃÃÃO!

– Vocês estudam História?

– NÃÃÃÃO!

Depois disso, Márcio Souza diz mais algumas palavras, dá tchau e sai.

A professora (de História) que acompanhava a turma deve ter tido vontade de se enterrar.

Mas ok, até eu tive.

PS: Queria que o próximo evento fosse com o Robério Braga.

Aí sim seria engraçado.